Autorizado por “50tonsdecinzabr”:Crítica mente ao dizer que não leu a trilogia para fazer análise psíquica da trilogia 50 Tons De Cinza de E L James. Patrocínio Liso De Ouro Líder em cabelos lisos no Brasil.

erotica501       Que a hipocrisia é uma constante na sociedade brasileira, seja entre homens ou mulheres, isso não se discute, mas se entende e se compreende por se entender que toda uma cultura nós é imposta desde que nascemos, senados os desejos sexuais femininos muito mal visto por todo; quiçá por isso a maioria das mulheres não sabem o que é uma orgasmo e o que é ter uma vida sexual ativa e saudável desfrutando de seus benefícios, dentre eles uma autoestima e autoconfiança excelentes. O que não se admite é MENTIR. Na crítica abaixo sobre o Livro 50 Tons De Cinza, quem ousou fazer uma análise psicológica e patológica do livro, seu contexto e personagens não teve sequer o caráter de ter afirmado ler a obra literária para emitir suas crítica: "Não precisei ler a trilogia de “50 tons de cinza” para tirar valiosas análises sobre mulheres, homens e seus desejos. Do mesmo jeito que não me preocupo quando um paciente fala sobre um parente ou cônjuge, eu não preciso conhecer a pessoa em questão, o meu olhar é sempre sobre a própria pessoa que fala.". Talvez seja por isso, ou seja, analisar a coisa com superficialidade que nossos psiquiatras se transformaram em meros prescricionais de receitas médicas, não colaborando com o tratamento psicológico que deve acompanhar que sofre de Fobias, Depressões, Síndromes diversas da mente. Confira abaixo a crítica mentirosa, publicada em um site tido como um dos maiores portais do Brasil.

 

pinóquioTexto reproduzido na íntegra mostrando mentiras, hipocrisia e falso moralismo adotados por quem o escreveu.

Análise Psicológica de 50 Tons de Cinza

“Gosto não se discute”, discordo, tudo se discute. Não o direito pelo gosto, mas a natureza dele, é o que farei com o livro “50 tons de cinza”.

Não, essa não é você

A análise

Não precisei ler a trilogia de “50 tons de cinza” para tirar valiosas análises sobre mulheres, homens e seus desejos. Do mesmo jeito que não me preocupo quando um paciente fala sobre um parente ou cônjuge, eu não preciso conhecer a pessoa em questão, o meu olhar é sempre sobre a própria pessoa que fala.

Quando as mulheres dão declarações efusivas sobre Christian Grey eu não preciso conhecer o que de fato ele é ou o que faz para entender essas mulheres. O que me interessa é o gesto saboroso que muitas fazem ao descrever um homem que amordaça, bate, faz contratos sobre seus comportamentos sexuais, oferece um mundo de luxo e traz consigo uma dor sem fim.

Gosto de ver como se vestem com as roupas psicológicas de Ana em sua virgindade, bravura, personalidade indomável e capacidade de gozar ininterruptamente.

Grey e Ana não existem, é óbvio, isso é uma ficção, mas existes materializados na mente das leitoras ávidas e devotas de 50 tons de cinza. Isso para mim é ouro.

Por que as leitoras são fervorosas?

erotica50Eles são tão concretos para as leitoras e qualquer tentativa de derrubar o mito é seguida de uma chuva de críticas sobre o iconoclasta estraga-prazeres. E entendo o motivo, elas não querem perceber que aquilo é um conto erótico ficcional. Assim como um religioso fanático ou um torcedor fiel, precisam imaginar que aquele céu é possível.

Quando alguém se apega dessa forma a uma imagem fantástica da realidade eu não me atrevo a aproximar a agulha perto da bexiga e estourar os sonhos. Deve ser uma proteção psicológica importante e nunca desestimulo um mecanismo de defesa sem oferecer outro mais maduro que o anterior.

Existe alguma razão para tanto ardor atrás do fanatismo, uma falta substancial em sua vida concreta que faz com que os devaneios com um personagem imaginário seja tão indispensável. Nisso não vai nenhuma acusação, mas uma reflexão.

Queremos acreditar nos heróis e num tipo de vida infalível.

Quando defendem o amor de Grey e Ana, de Romeu e Julieta, a Bela e a Fera, ou a fúria do lobo mau contra os 3 porquinhos as pessoas estão defendendo a si mesmas. Protegem o seu próprio direito de sonhar. Atacar qualquer uma dessas imagens lúdicas é mexer num vespeiro de faltas, dores e traumas sem fim.

A essência da história

O que prende as leitoras da história de 50 tons de cinza, na minha visão, não é o sadomasoquismo, mas a dor e sua cura pelo amor. É esse o gancho e fascínio das mulheres. Elas se vestem no corpo de Ana na tentativa de curar um homem enigmático e lindo acreditando que o amor tem essa força. Essa ideia reafirma uma fantasia feminina de que seu sentimento de amor tem o poder mágico de transformar um homem fechado, amargurado e violento em alguém expansivo, aberto e regenerado.

Versão cinematográfica

O fascínio por Grey

Ao mesmo tempo elas se vestem e colocam no corpo de Grey e sabem que também carregam cicatrizes no coração. Quando protegem Christian dos ofensores elas não estão levantando a bandeira da pancadaria na cama, mas daquela criança machucada na infância que precisa de proteção. Ana é a reconfiguração da mãe perfeita que faltou ao nosso caro bilionário, atenciosa, amorosa, persistente e levemente indomável.

Agora coloque sua paixão de lado (sei que será meio difícil), mas o jeito “prestativo” de Grey, ao contrário do que muitas pensam não é cuidado, mas checagem, obsessão e doença. E todos defendemos esse tipo de comportamento dele, pois temos um pezinho nesse tipo de insegurança fundamental sobre o amor. Queremos prender a paixão numa gaiola imaginando que ela vai se perpetuar para sempre na mesma intensidade e frequência se estiver protegida.

O problema é elas imaginarem que o amor que sentem pode curar feridas de uma pessoa. E isso pode ser demorado, perigoso e corrosivo para suas vidas. Na vida real pode chegar a assassinato.

O bilionário generoso

O bilhão guardado na conta de Grey fascina não por conta do que os críticos rasos atestam ao acusar as mulheres de interesseiras. Isso é machismo da pior qualidade. O que essa parte do conto de fadas denúncia é que todos nós em algum nível imaginamos que ao ter um carro, uma casa e um emprego novo seremos seguramente felizes.

Desagradavelmente somos possuídos por essa falsa ilusão de que ao preencher nosso vazio com um iate não iremos mais sofrer ou nos sentir desprotegidos. Queremos sentir que nosso espaço e o nosso corpo está seguro de qualquer agressão ou solidão extrema. Nosso inconsciente é traiçoeiro porque associa o tamanho de um objeto físico pela sua capacidade de preencher um espaço emocional.

Associamos os tons de liberdade psicológica ao tamanho do quintal para os cachorros ou as cilindradas de uma moto veloz no meio da estrada.

Quando as leitoras veem a Ana ser cercada por carro novo, casa maravilhosa, casamento dos sonhos, emprego ideal e dona da tal empresa ideal, o que elas querem é preencher todos os espaços faltantes em suas vidas. Homens também pensam assim.

Todos nós queremos isso: a sensação de que nenhum mal-estar nos atingirá e que a riqueza pode prover tudo isso. O texto da autora apenas estimula esse mito já impregnado na sociedade de que dinheiro converte não só sua conta bancária, mas sua personalidade. O mito de que o dinheiro abre espaço psicológico para você poder gozar a vida. Eu sempre insisto, o dinheiro (ou a falta dele) revela quem você é. Um chato pobre caso enriqueça será um chato andando de Ferrari. Se é meio maluco sem nenhum tostão será apenas um milionário “excêntrico”.

O sadomasoquismo

O sadomasoquismo é uma fixação em estruturas primitivas da mente humana que associa castigo com amor, no caso de Christian o legado de sua mãe (e a amiga dela) é claro, o seu “amor” de menino foi associado a submissão, abuso físico e sexual. Portanto a maneira que ele encontra para reencenar o amor era com dor.

Muitas pessoas que se identificam com essas práticas podem carregar históricos de eventos abusivos ou negligentes por parte de figuras cuidadoras, pelos quais precisavam implorar atenção. Sabe aquela criança que apronta só para ser vista e levar uma bordoada dos pais? Pois é.

Em alguma medida todos nos sentimos um pouco negligenciados e vulneráveis e mais uma vez o livro “50 tons de cinza” mexe com esse imaginário: de uma cura definitiva para nossa solidão irremediável.

Sexo com “força”

O século XXI trouxe características especiais a nosso vida acelerando o tempo e criando overdoses de estímulos. Por essa razão nossos sentidos se acostumaram com muito ruído visual, auditivo e cenestésico, ou seja, nos anestesiamos para suportar a sobrecarga.

Com o sexo ocorreu o mesmo, perdemos sua naturalidade, agora ele é mais um instrumento de entretenimento, fuga do tédio da vida e prova desesperada de amor. Pelo sexo buscamos ser reconhecidos, apreciados e sair leves.

Em essência quando buscamos sexo é sobre intimidade que estamos tratando, mas estamos fixados em performance e ego, vivemos defendidos de nossas emoções e vulnerabilidades mais profundas. O sexo seria uma via para descobrir o que ocultamos de nós mesmos, mas nos apegamos nos malabarismos da cama, quantidade de orgasmos e brinquedinhos sexuais. Transformamos o sexo num parque de diversões.

Se isso for uma via de intimidade profunda para alguns acho ótimo, mas a maioria apena de distrai do prato principal da cama: a sensação de comunhão profunda consigo e o outro.

A cobrança das mulheres

Muitas leitoras de “50 tons de cinza” usam o livro como uma arma para emparedar seus parceiros exigindo um homem que trepe com força porque querem ter certeza mais que absoluta de que são desejadas. Apenas a presença, a penetração, o carinho não bastam num mundo onde a desconfiança se coloca como vigilante dos cafajestes e insensíveis. Se ele quer mostrar seu desejo deve meter até o fundo sem piedade.

Eu consigo ouvir um grito de desespero misturado com solidão nesse desejo por sadismo sexual: machuque meu corpo para que eu sinta que realmente existimos. Existe tanta anestesia no cotidiano que não basta tocar, tem que prender, privar movimentos e fazer jogos mentais de tortura.

O contrato

Se isso não bastasse precisa haver um contrato especificando cada movimento sexual e comportamental.

Grey deixou explicito que a relação era com um objeto, Ana deixou isso oculto. Rico, lindo, poderoso e dominador, esse foi o fascínio inicial. Ela também queria um objeto, mas é vergonhoso uma mulher admitir isso sob pena de reforçar o estereotipo da mulher interesseira. Uma relação cheia de regras, enigmas e quebras de contrato…

“Mas eles se amaram depois, Fred”. Exato, depois disso tudo eles se amaram. A questão é, ele se amaram apesar disso ou exatamente por causa disso?

Como é uma ficção tudo acabou bem, mas na realidade um homem que carrega esse nível de loucura precisa de tratamento sério e não o toque do “amor”. Relacionamentos não curam patologias, apenas as revelam.

“Ele fazia tudo por ela, isso é amor!”

Não querida leitora, não é amor, isso é fixação, sequestro emocional e roubo de identidade. Se uma mulher (ou homem) acha que amor é ter um escravo que atenda todos os seus anseios, faltas e buracos emocionais existe um grande problema.

De outro lado quem disse que todas nossas carências devem e podem ser atendidas? Isso acontecia ilusoriamente na sua infância porque você tinha meia dúzia de necessidades. Na vida adulta isso é impossível, não haveria tanto leite para esses bebês-adultos buscando mamadeiras inesgotáveis. Talvez você veja no Mr. Grey uma versão repaginada de figuras maternas, mas quando um adulto ainda busca ter todos os seus desejos atendidos ele estará em sérios apuros.

Imagine um homem por 1 ano “adivinhando” seus pensamentos e cercando você de absolutamente tudo o que você quer e atendendo inclusive seus desejos mais destrutivos. Lindo. E por dois anos, dez anos, vinte anos? Os seres humanos tem ânsia por construir sua própria realidade, apesar de muitos alegarem o desejo por pais multimilionários.

Receber cada mimo desse em pouco tempo teria a sensação de asfixia psicológica, ou seja, um homem que infantiliza você e cria um mundo encantado ao seu redor. Isso parecia normal quando víamos o Michael Jackson na Neverland? Notem a função paternal de Grey, um pai (severo) impõe o que ela deve vestir, onde trabalhar e morar, sem questionamento. Um parceiro de verdade está lado a lado, pergunta e planeja sonhos compartilhados.

A confusão

Nem sempre aquilo que verbalizamos como nossos desejos especificam aquilo que realmente necessitamos, vejo essa miragem com o livro de E. L. James.

O que essa história revela sobre as mulheres de verdade e que elas próprias não reconheçam?

As mulheres querem ser vistas, não rastreadas, querem sair um pouco do controle, não privadas das escolhas, querem ser protegidas, não serem enjauladas pelo dinheiro, querem ser desafiadas, não envolvidas num drama de controle, querem brilho nos olhos e intensidade emocional, não necessariamente selvageria, enfim, intimidade e entrega sexual em sua vida.

O problema é esperarem que um homem (não humano) com superpoderes ofereça isso a elas e acharem que pelo simples fato de serem mulheres já estão realmente prontas para viver tudo isso.

Resumindo

O livro “50 tons de cinza” na minha visão não me parece um manual “de como os homens deveriam se comportar na cama”, mas um retrato de como andamos cansados de nós mesmos e ainda insistimos em jogos psicológicos para sentir algum tom de vivacidade nessa vida carregada de automatismos.

Se não estivéssemos esperando um milagre econômico ou uma epopeia amorosa banhada a chicotadas para dar rumo a essa perda de sentido na vida seria ótimo. Temos que trabalhar nossas emoções sem descanso para tanto.

Precisamos de intensidade na vida, quem dera fosse uma meia dúzia de palmadas na hora do sexo que proporcionasse isso…

PS: Recado aos que perseguem as leitoras

Acho que os chatos de plantão que odeiam o livro e que acusam suas leitoras de “histéricas” agem como aquele menino chato que disputa a atenção da namoradinha com o ator de TV. Parem de se debater com os sonhos alheios… Você nunca será assim tão perfeito e se fosse ela não ia querer ou suportar. Fique e deixe elas em paz.

50 tons de cinza 2Atendendo a pedidos buscamos e conseguimos um preço especial na aquisição da Trilogia “Os 50 Tons De cinzas”; aqueles que quiserem detalhes de como os adquirir por favor escrever para: 50tonsdecinzabr@gmail.com

Com a promoção com preços especiais não há mais justificativas para que os pretensos críticos não leiam nem o objeto de suas críticas. Mais de 2.000 (duas mil) cópias já foram vendidas em menos de 24 horas, pois, por ser o início de um novo blog, conseguimos 50% de desconto na trilogia, atorizada pela própria escritora E L James que liberara certaquantidade de exemplares por tempo determinado por ter visto com bons olhos a proposta do Blog 50 Tons De Cinza BR. Para saber como os adquirir basta contatar-nos através do e-mail: 50tonsdecinzabr@gmail.com para saber o procedimento.  O Blog 50 Tons De Cinza não possui nenhuma participação com nas venda da trilogia 50 Tons De Cinza E L James (atenção: para sua aquisição é obrigatório possuir mais de 18 anos).

Mantenham-se ligados e sempre interagindo conosco. Estamos confirmando junto nosas fontes o anúncio de determinado ator para viver o protagonista de 50 tons De cinzas. Breve maiores informações sobre.

liso de ouro 2013 com albumina

 

DUAS VEZES MAIS…

LISO DE OURO 2013

COM ALBUMINA

2 VEZES MAIS LISO

2 VEZES MAIS TRATAMENTO

VOCÊ DUAS VEZES MAIS SEDUTORA…

 

LOIRA LISO DE OUROInovação Acompanhada do único Óleo De Argan capaz de aumentar em até o dobro o quesito liso, tratamento e durabilidade, além do tempo, do brilho e saúde capilar.

Aproveite, somente durante o período de lançamento da Liso De ouro 2013, dois óleos de Argan Onlyzzy, o Potencializador De Liso, tratamento e Beleza que o brasil tanto esperava!

O Óleo De Argan Onlyzzy ( Oil Argan LYZZY Efficient) age como um potencializador dos efeitos benéficos dos tratamentos capilares, sejam os com o objetivo apenas de tratar o fio (a fibra capilar) seja o de tratar e conferir liso à fibra, ou mesmo aquele onde o objetivo é conferir nitidamente efeito liso sem alisante. E tudo isso somente é possível graças a atuação do Óleo Argan Onlyzzy, pois na medida em que ele eleva a o potencial dos ativos que colaboram para um liso bonito e natural, por outro lado eleva o limite de tratamento intensivo que se está dando ao fio, seja no poder de nutrição ou no poder de proteção do fio em relação aos efeitos das substâncias que auferem liso. Observe:

Passo a Passo do Óleo De Argan Onlyzzy ou como queiram, do Oil Argan LYZZY Efficient aplicado à Liso De oura, duas vezes mais tudo!

Passo 1– Você lava bem os fios deixando-os com pouquíssima unidade para aplicar o passo 2 (Gloss) O Jato De Aminoácidos LYZZY, agora com Albumina.

Passo 2- Ao aplicar o passo 2, a máscara Liso De Ouro Com Albumina 2013, você acrescenta cinco gotas do Óleo De Argan Onlyzzy ou como queira do Oil Argan LYZZY Efficient, aplicando o produto como de costume. Deixe o cabelo 15 minutos de repouso para então Escovar e, ates da prancha, mais duas gotinha do Óleo De Argan Onlyzzy.

Nessa superpromoção você paga os mesmos R$ 490,00 pelo Kit Liso De Ouro 2013, agora com albumina e recebe dois Óleo De Argan Onlyzzy, simplesmente o produto mais cobiçado do mundo.

Óleo De Argan Onlyzzy para clientes no uso diário.

Passo a Passo

Esqueça o shampoo; ou melhor, aplique-o sem utilizar nenhuma gota do Óleo De Argan Onlyzzy ou como queira do Oil Argan LYZZY Efficient, se seu cabelo for seco e usares máscara e Leave-in, na máscara você aplica 3 gotas, deixando-a agir, juntamente como o Óleo De Argan Onlyzzy por pelo menos 3 minutos. Ao leve-in você adiciona duas gotas. compreendeu? podendo ele permanecer em seu cabelo o que propiciará:

1- Brilho esplendoroso.

2- Sensação de leveza e fios soltos.

3- Cabelos ultra protegidos com filtro solar.

4- Cabelo com película suave que impede a fixação de poeira e poluição aos fios.

5- Claro, para nós mulheres necessita ter um aroma no mínimo maravilhoso, para levantar nosso astral, nos dá sensação de poder, conquista e sedução.

No caso de cabelos oleosos

Para quem usa somente Condicionador

No caso de fazeres uso somente do condicionador, aplique em ambos os casos três gotas do Óleo De Argan Onlyzzy

SLISO DE OURO

ATENÇÃO: O KIT LISO DE OURO 2013 COM ALBUMINA ESTÁ ACOMPANHANDO GRATUITAMENTE DOIS ÓLEOS DE ARGAN ONLYZZY, O ÓLEO DUAS VEZES MAIS! PORÉM, SOMENTE PORÉM, PARA QUEM ACOMPANHA O UOL NANET, E CITAR ESSE CÓDIGO: REONYY566566 você ainda receberá dois Repair Rfficient.Vejam… Os dois óleos de Argan Onlyzzy é para todos que adquirirem o novo Kit Liso De Ouro 2013 com Albumina, sem nada pagar a mais, ou seja, os mesmos R$ 490,00 de sempre, sem nenhum reajuste. Porém, se você mencionar o código acima, leva ainda dois Repair Efficient, de 40 ml cada no valor de R$ 49,00 cada um. Por nos acompanhar você está ganhando R$ 99,80. Não é show acompanhar o UOLNANET?

E-mail: brasillyzzy@msn.com

onlyzzy@outlook.com

(85) 9915-5599

(85) 8874-8787

(85) 9635-0716

Skype: onlyzzy

logo brasil lyzzy

A Marca Do Brasil Que O Mundo Aprendeu A Amar!

brasillyzzy@msn.com

brasillyzzy@brazilmail.com

Skype: onlyzzy

logo-onlyzzy

Porque Todo Mau Cheiro Exalado Pelo Corpo Tem Solução!

onlyzzy@uol.com.br

onlyzzy@outlook.com Complexo Sexual Onlyzzy

 

 

 

csonlyzzy@outlook.com

onlyzzy@outlook.com

Skype: onlyzzy

Porque Ninguém é feliz Se não sexualmente Realizado!

Oleo onlyzzy no coração

O Argan Duas Vezes Mais…

onlyzzy@outlook.com

Agi-Max-1-Litro

 

Procurando por Agi Max (AGIMAX)?

Onde encontrar Agi max (AGIMAX)?

Aqui você compra Agi max… Direto com a distribuidora

(85) 3094-5467; 8874-8787; 9635-0716

E-mail: lisoperfeito@msn.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s